<< Voltar pra Home

ABRAS



Empatia é fundamental para a coopetição

20 de setembro de 2021
 - 
23:21
 - 
Redação SuperHiper
Featured image for “Empatia é fundamental para a coopetição”

Líderes têm o importante papel de preservar empatia e propósito que se fortaleceram na pandemia

Por Renata Perobelli

No momento em que a pandemia dá uma trégua, o comércio e os restaurantes reabrem em horário normal após 18 meses do início do lockdown e grandes eventos, como a Convenção da ABRAS, voltam a ocorrer, a pergunta que executivos, líderes e humanistas se fazem é: o que esperar daqui para frente? Para ir em busca dessa resposta, o evento organizado pela ABRAS dedicou um painel especialmente ao tema “Empatia”, com o objetivo de refletir sobre este importante conceito para as relações e conexões humanas, algo intrínseco ao conceito de coopetição.

É certo que viveu melhor o ser humano que se colocou no lugar do outro ao longo deste período terrível para milhões de pessoas, seja pelas perdas de parentes pela covid-19 ou por dificuldades financeiras.

Quem praticou a empatia, ou seja, a capacidade de se colocar no lugar de outrem, sai melhor desta fase, afirmaram especialistas que debateram o tema durante este painel.

Para o palestrante e professor Dante Gallian, sócio-fundador da Responsabilidade Humanística, “a descoberta do propósito e a empatia são os maiores tesouros das pessoas. É preciso preservar, não é aceitável esquecer essa conquista”.

O mediador do debate, Carlos Mendonça, da PwC do Brasil, destacou que o fundamental hoje é perseguir a sustentabilidade da alma. “O brasileiro vive numa dinâmica tão automática ao criar dependência de processos e sistemas. É preciso parar e pensar. Deixar de ser escravo do celular”.

Para o debatedor Victor Bicca, presidente da Abir, Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas Alcóolicas, os termos empatia e colaboração se entrelaçaram bastante na companhia onde atua, a Coca-Cola. “O engajamento foi tal que vimos competidores se unindo para ajudar o próximo”.

O CEO do Grupo Hirota provocou os integrantes no painel com as perguntas: – Qual o sentido da vida? E para onde vamos?, o executivo Francisco Hirota questionou. “É suportável ter gente passando fome enquanto se vai à lua a passeio?”

Os jovens já se posicionam com uma nova postura, comentou o debatedor Denis Correa, sócio da DMCard. Segundo ele, “a geração que está chegando quer trabalhar, descansar, trabalhar, descansar e não se matar no escritório”. No ponto de vista dele, o mais correto é valorizar pessoas e não deixar ninguém para trás.

Para saber mais detalhes desse e outros painéis da 55ª edição da Convenção ABRAS, confira a cobertura completa na edição da revista SuperHiper. E confira o evento vivo pelo endereço convenção.abras.com.br.


Compartilhar:
Image

Últimas Notícias



Image

Rede Dia estuda saída do Brasil devido a impacto negativo de suas contas

“Estamos avaliando diferentes opções estratégicas; não há nenhuma decisão tomada até o momento, mas será decidida ao longo do ano”,…
Image

Grupo Bahamas anuncia construção da sua segunda loja em Ituiutaba (MG)

“Estamos muito felizes em expandir nossa presença nessa cidade que tem um grande potencial de crescimento e que nos acolheu…
Image

SP: Sonda reinaugura loja no Boavista Shopping

Novo conceito empregado no estabelecimento proporciona maior experiência de compra, tornando-a mais confortável e agradável Seguindo com seu plano de…
Image

Páscoa: Lacta reforça portfólio para presentear com caixa de variedades comemorativa

Favoritos, Sonho de Valsa e Ouro Branco ganham edições especiais, com frases que expressam sentimentos Presentear é um dos atos…