Home SeçõesDestaques Minimercados autônomos em condomínios é tendência que veio para ficar

Minimercados autônomos em condomínios é tendência que veio para ficar

De Redação SuperHiper
0 Comente

A CEO da Honest Market Brasil, empresa especializada no segmento, contou para SuperHiper que pretende abrir mais 150 novas lojas este ano na capital de São Paulo e, ainda, ampliar a presença nos outros estados

Recentemente, uma pesquisa divulgada pela administradora condominial Lello, indicou que 818 novos empreendimentos em prédios serão inaugurados neste ano na cidade de São Paulo. O dado se mostrou surpreendente, considerando que o número previsto é quase o dobro do ano passado (424 inaugurações), fazendo com que o formato de moradia em prédios atinja um recorde em 2024. Aproveitando as estatísticas de crescimento, adicionais instalados em condomínios que proporcionam comodidade aos moradores e potencial competitivo para as construtoras também ganham vantagem. Este é o exemplo perfeito para investimento em minimercados autônomos.

Eles são conveniências instaladas majoritariamente em condomínios, que operam sem funcionários, 24 horas por dia, nos sete dias da semana. No conceito deste modelo de negócio, o consumidor é responsável por realizar todo o processo de compra, desde a escolha de produtos, até a leitura do código de barras, pagamento e embalagem. Descartando a necessidade de espera e grandes filas para consumo de produtos imediatos, os minimercados se tornaram uma febre para prédios residenciais que desejam oferecer uma opção de conveniência ágil aos moradores.

CEO da Honest Market Brasil, Ana Paula Moraes
Exemplo de uma loja dentro de condomínio

Em entrevista exclusiva à SuperHiper, a sócia cofundadora e CEO da Honest Market Brasil, Ana Paula Moraes, apontou que a presença de um minimercado autônomo nos condomínios chegou para ficar. Pois, além de oferecer maior praticidade aos moradores, uma instalação como essa ainda possibilita uma maior valorização do condomínio. Confira a entrevista abaixo:

Nos fale um pouco sobre a Honest Market Brasil… O seu tempo de atuação, quantos estados atuam etc.
A Honest Market Brasil nasceu oficialmente em 2020, após um de seus sócios, Murilo Specchio, ter empreendido no segmento de refeições ultracongeladas saudáveis utilizando o conceito de honest market. A franqueadora é pioneira no segmento e também, uma das primeiras a se associar à ABF (Associação Brasileira de Franchising), em 2021. Atualmente temos mais de 330 franqueados em 20 estados do país, com mais de 350 pontos de vendas.

Quanto vocês projetam faturar em 2024?
Pretendemos faturar R$ 50 milhões até o fim deste ano.

Quais os grandes desafios na implementação de um minimercado autônomo?
Quando a construção predial não pensa na instalação de um minimercado desde a sua estruturação, pode haver dificuldades para implementar o projeto. Por isso criamos layouts de minimercados totalmente customizáveis que cabem em 2 m2, mas sempre recomendamos que as construtoras avaliem a possibilidade de inserir o modelo de conveniência desde a etapa em que o investimento esteja no papel, garantindo que essa questão deixe de ser um deságio. A questão cultural, de se ter um mercado sem supervisão, também pode ser uma problemática, mas, por ser um modelo relativamente novo, percebemos que o segmento já está se popularizando e, consequentemente, reduzindo os empecilhos culturais.

Como vocês trabalham a questão de furtos? É feito algum tipo de acordo com os condomínios sobre esse tema?
O índice de perda dos minimercados autônomos é um tema bem discutido, já que não há supervisão física dos produtos (funcionários). Ainda assim, este modelo de negócio é sempre instalado em ambientes minimamente controlados, em que o acesso seja relativamente reduzido. Além disso, há a implantação de sistemas de segurança que permitem supervisionar a atividade do ponto de venda. Também é preciso lembrar que, em alguns casos, o índice de perda é formado por consumidores que se esqueceram ou que não souberam como efetuar o pagamento pelo produto, não necessariamente roubos ou furtos e, que todos os negócios relacionados ao consumo contemplam uma perda. No nosso segmento não seria diferente, mas, ainda assim, a porcentagem não é elevada.

Como é feita a escolha dos produtos? Vocês realizam alguma pesquisa junto aos moradores de cada condomínio?
A escolha de produtos é realizada a partir de uma pesquisa local junto aos moradores e, posteriormente, é feita uma análise sobre os produtos que receberam melhor aderência. Além disso, mensalmente são realizadas reuniões para analisar a introdução de novos produtos e categorias. Todos os minimercados possuem materiais de comunicação que convidam os consumidores a darem sugestões, incluindo sobre o portfólio de produtos.

Quais diferenciais vocês possuem, se comparados com a concorrência?
Acredito que os nossos maiores diferenciais estão ligados ao atendimento personalizado aos franqueados, acompanhamos ele em todas as etapas. Oferecemos treinamentos, encontros de relacionamento e reuniões periódicas que permitem aos franqueados estarem totalmente por dentro das atualizações da empresa e do mercado, além das orientações relacionadas à gestão do ponto de venda. Também possuímos uma ferramenta de inteligência de negócio (BI), exclusiva da Honest Market Brasil, que permite tomada de decisões estratégicas em relação ao consumo de cada ponto de venda, disponibilizado ao franqueado. Ainda, somos considerados a franqueadora mais bem avaliada do setor, inclusos no ranking de “Melhores Franquias do Brasil” para se investir no segmento de minimercados autônomos por dois anos consecutivos (2022 e 2023) através do ranking da Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Vocês pretendem lançar esse mesmo modelo de negócio em empresas, shoppings e hotéis, por exemplo?
Estamos majoritariamente em condomínios, mas, também há unidades da franquia Honest Market Brasil em empresas, prédios comerciais, academias, universidades, e, inclusive, em um aeroporto. O objetivo da franqueadora é instalar unidades em todos os ambientes em que seja possível gerir o ponto de venda de forma segura e benéfica para os consumidores e o franqueado. Nos esforçamos continuamente para que o conceito de minimercado autônomo e a honestidade do próprio consumidor em efetuar o pagamento esteja presente na cultura do Brasil. A ideia é conseguirmos abrir uma unidade até no metrô da Sé.

Até o fim deste ano pretendemos dobrar o número de unidades em todos os estados em que estamos presentes no país. Também temos previsão de inaugurar novos pontos de venda em regiões onde ainda não possuímos instalações e continuar nosso propósito de levar o modelo de mercado honesto para todos os cantos do país.

Leia Também

Super atualizada. Hiper Conectada

Publicação oficial da  Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS)

Sobre

SuperHiper é a publicação oficial do setor supermercadista, produzida pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) há 48 anos. É uma importante ferramenta utilizada pela entidade para compartilhar informações e conhecimento com todas as empresas do autosserviço nacional, prática totalmente alinhada à sua missão de representar e desenvolver os supermercados brasileiros.

Siga-nos

@2024 – SuperHiper. Todos os direitos reservados.