<< Voltar pra Home

ABRAS



Consumo nos Lares Brasileiros encerra 1º trimestre em alta de 1,98%

27 de abril de 2023
 - 
15:00
 - 
Bruno Marcon
Featured image for “Consumo nos Lares Brasileiros encerra 1º trimestre em alta de 1,98%”

Em coletiva, a ABRAS apontou que março registrou o maior crescimento do consumo no período devido à menor pressão inflacionária sobre a cesta de alimentos, antecipação das compras de Páscoa e recursos extras dos programas de transferência de renda

O Índice Nacional de Consumo dos Lares Brasileiros encerrou o primeiro trimestre em alta acumulada de 1,98%, aponta o monitoramento do departamento de Economia e Pesquisa da Associação Brasileira de Supermercados – ABRAS.

A maior variação do consumo no período foi registrada em março, uma alta de 7,29% ante fevereiro. Na comparação com março de 2022, a alta é de 4,58%. Todos os indicadores foram deflacionados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O levantamento contempla todos os formatos e canais operados pelos supermercados.

“Os três primeiros meses trouxeram um certo alívio para o bolso dos consumidores com uma menor pressão da inflação sobre a cesta de alimentos, diferentemente do que ocorreu no mesmo trimestre do ano passado em que se registrou a escalada dos preços das principais commodities no mercado internacional com a invasão da Ucrânia pela Rússia.  O aumento nos custos dos insumos para produção de alimentos e proteína animal, nos preços dos combustíveis e no frete acabaram refletindo nas gôndolas dos supermercados de forma intensa naquele período”, analisa o vice-presidente Institucional e Administrativo da ABRAS, Marcio Milan.

 O crescimento do consumo em março reflete ainda parte do abastecimento dos lares com produtos para a Páscoa comemorada em 9 de abril e o pagamento adicional de R$ 150,00 por crianças de até seis anos para 8 milhões de famílias inscritas nos programas de transferência de renda do governo federal.

No cenário macroeconômico, outros recursos injetados na economia contribuíram para o abastecimento nos lares no trimestre, como o reajuste do salário-mínimo (+7,42%) para mais de 60 milhões de pessoas; a manutenção do pagamento de R$ 600,00 do Bolsa Família; o Auxílio gás no valor de 100% da média nacional do botijão de gás de cozinha de 13 quilos pago em fevereiro; o resgate do PIS/PASEP (de fevereiro a dezembro); o pagamento dos lotes residuais de Imposto de Renda para contribuintes que caíram na malha fina ou entregaram a declaração em atraso e reajustes das bolsas da educação – CAPES e CNPQ.

            Para 2023, a ABRAS prevê um crescimento de 2,5% do Consumo nos Lares.


Compartilhar:
Image

Últimas Notícias



Image

Assaí Atacadista abre 280 vagas de emprego para 1ª loja em Barueri, SP

Oportunidades são para contratação imediata e todas as posições são efetivas, elegíveis às pessoas com deficiência e abrangem diferentes áreas…
Image

José Koch é um dos palestrantes do encontro LIDE SC

CEO do Grupo Koch debaterá com empresários catarinenses sobre governança corporativa, no evento que marca também o lançamento da Vertical…
Image

Seara Chicken Supreme recebe upgrade

Visto a crescente demanda pela proteína do frango, a empresa traz uma evolução dos clássicos empanados de frango, mas em…
Image

O crescimento da experiência fresca e natural

O consumidor está mais preocupado com sua saúde, por isso os supermercados notaram um aumento na busca de produtos saudáveis…