<< Voltar pra Home

Destaques



“Caber no bolso” é o fator mais importante de decisão de compra

4 de dezembro de 2023
 - 
15:00
 - 
Redação SuperHiper
Featured image for ““Caber no bolso” é o fator mais importante de decisão de compra”

Estudo mostra que, mesmo no mercado americano, aspectos como experiência, saudabilidade e preocupação com o meio ambiente ficam em segundo plano

Por Renato Müller

Existe um bom motivo para que, em todo o mundo, a comunicação do varejo seja focada em preço: é o que os consumidores mais valorizam. E essa é uma realidade até mesmo em mercados com maior poder aquisitivo. Segundo o estudo Future Consumer Index, da consultoria EY, o número de consumidores americanos que colocam a affordability (capacidade de “caber no bolso”) como o principal fator de decisão de compra subiu 10% entre outubro do ano passado e deste ano. Um sinal claro de que, mesmo na Meca do Consumo, os clientes estão sentindo a crise.

“Uma parcela cada vez maior dos consumidores tem restrições financeiras e, por isso, eles querem aproveitar cada oportunidade de economizar. É uma prioridade para eles”, afirma Kathy Gramling, líder de Consumer Industry da EY Americas. Segundo a executiva, tradicionalmente momentos como Black Friday e Natal têm sido usado por varejistas e indústrias para impulsionar a demanda e aumentar as vendas, mas neste ano os consumidores têm buscado barganhas o ano todo, priorizando itens de primeira necessidade.

O resultado mais imediato é o crescimento da demanda por produtos de marca própria. Dois terços dos 1.500 americanos entrevistados afirmam que itens private label têm ajudado a economizar e 69% consideram os itens de marca própria tão bons quanto os de marcas líderes. No setor de alimentos, 64% dos consumidores estão dispostos a comprar produtos processados de marca própria e 63% se interessam por itens frescos com a marca do varejista.

Considerando que quase 40% dos consumidores americanos pretendem gastar menos nesta temporada de Natal em relação ao ano passado, existe uma oportunidade para o varejo se posicionar como um aliado dos clientes. “O uso de tecnologias como a Inteligência Artificial facilita a coleta e análise de dados, permitindo que o varejo antecipe as necessidades dos clientes e crie sortimentos, ofertas e experiências personalizados”, afirma Issac Krakovsky, líder de varejo da EY Americas.

 


Compartilhar:
Image

Últimas Notícias



Image

Smart Market ABRAS 2024: participe do Prêmio Profissionais do Ano

As inscrições estão abertas até 01 de março; o prêmio visa reconhecer os melhores especialistas em alta performance do setor…
Image

Rede St. Marche aposta em experiência para se destacar no mercado de vizinhança

Para Bernardo Ouro Preto, CEO da companhia, o consumidor do varejo alimentar tem buscado cada vez mais esse tipo de…
Image

Minalba expande o seu portfólio de importadas das linhas Perrier, S. Pellegrino e Acqua Panna

Com as novas opções de embalagens, consumidores terão ainda mais variedade de escolha no momento da compra Após um ano…
Image

Alemã Aldi testa loja autônoma nos EUA

Localizado próximo ao QG da rede em Illinois, conceito evita que clientes escaneiem códigos de barras, mas não funciona 100%…