<< Voltar pra Home

ABRAS



“Pessoas é um dos pilares de toda empresa”, diz Pedro Alves, do Supermercados Galassi

19 de abril de 2024
 - 
17:44
 - 
Redação SuperHiper
Featured image for ““Pessoas é um dos pilares de toda empresa”, diz Pedro Alves, do Supermercados Galassi”

Painel da Comunidade Pessoas do Smart Market 2024 contou com a presença de grandes executivos do setor supermercadista brasileiro

Moderado pela CEO do supermercado Moniari, Monique Pizzetti, o painel da comunidade Pessoas apresentado no Smart Market 2024, no dia 09 de abril, contou com a presença de grandes executivos do setor supermercadista brasileiro. Os profissionais convidados compartilharam um pouco das suas experiências nas empresas em que atuam, mostrando alguns indicadores de sucesso.

A head de recursos humanos do Tenda Atacado, Sueli Moraes, foi a primeira painelista a se apresentar. Questionada pela moderadora do painel, a executiva do Tenda falou sobre a introdução da transformação digital no departamento de recursos humanos da empresa. “Não tem como a gente falar de capacitação, se a gente não falar de transformação digital”, declarou Sueli.

Diante da provocação que os clientes internos da empresa faziam cotidianamente ao RH do Tenda Atacado, a empresa entendeu que seria o momento de se transformar. “O colaborador quer ter mais autonomia, ele não quer precisar do RH para ele ter uma simples informação”, disse a head de RH do Tenda.

Além dessa demanda, a empresa também percebeu que era necessário implantar a sua plataforma de EAD, chamada de Tenda Capacita. “Trata-se de uma plataforma LMS, muito intuitiva e simples de manusear. Em cada uma das 43 unidades do Tenda foi montada uma sala composta por dois computadores onde cada colaborador tem acesso a sua grade, a sua trilha de aprendizagem, de acordo com a sua área de atuação. Hoje, 57% dos nossos treinamentos acontecem dentro do portal”, comentou Sueli.

Responsável por abordar o tema “turn over“, o segundo painelista a falar foi o diretor de RH do Supermercados Galassi, Pedro Alves. Para ele, trata-se de um tema muito difícil, pois a rotatividade de funcionários atrapalha muito a empresa. “Até uns três atrás, nós tínhamos uma rotatividade alta em nossa frente de caixa e muito disso ocorria, devido a escala de trabalho que adotávamos à época, a escala 6 por 1”.

Segundo Pedro, esse tipo de escala prejudicava bastante o atendimento aos clientes nas lojas rede, especificamente aos domingos, dia em que o número de vendas é muito forte. A empresa então decidiu implantar em 2021 um novo modelo de escala, semelhante à adotada pela área de saúde e segurança, a escala 12 por 36. “A primeira atitude que eu tomei foi verificar se em nossa convenção coletiva existia alguma fundamentação legal para trabalhar nessa nova escala e tinha previsão sim para isso. Feito isso, apresentei para a diretoria da empresa tudo o que estava ocorrendo e qual a solução que poderíamos adotar. O pessoal olhou, achou diferente, mas não tivemos nenhuma objeção, a princípio, sobre esse novo modelo”, comentou Pedro Alves.

O próximo realizado pelo diretor de RH foi apresentar para alguns colaboradores da empresa, qual o novo modelo de escala que a rede pretendi adotar. “Entre os colaboradores, também não tivemos grandes objeções em relação a isso e resolvi, junto com a diretoria, implantar um piloto da nova escala em uma loja do grupo em julho de 2021, se estendendo por 3 meses e resultado, entre os coladores foi excelente. Passado esse experimento, resolvemos adotá-la nas demais lojas”, disse Pedro.

O terceiro e último painelista a falar no painel Pessoas foi o presidente do Mercadinhos São Luiz, Severino Neto. O executivo falou um pouco sobre o Great Place to Work, certificado que a sua empresa é detentora e apresentou alguns indicadores adotados pelo grupo.

“Nós temos dois tradicionais indicadores, absenteísmo, turn over. O absenteísmo nosso mensal gira em torno de 1,6% e o turn over anual varia de 15% a 18%”, declarou Severino Neto.

O presidente da empresa ainda apresentou outros três indicadores que eles adotam, são eles: o índice de felicidade do funcionário dentro da empresa que chega a 98% de satisfação, o NPS dos demitidos que a empresa faz e é identificado que 91% dos dispensados voltariam a trabalhar na empresa, sendo que 96% desses demitidos recomendariam a empresa para um amigo.

Confira em breve a cobertura completa de como foi o painel e o que foi discutido na próxima edição da revista SuperHiper.


Compartilhar:
Image

Últimas Notícias



Image

Assaí Atacadista abre 280 vagas de emprego para 1ª loja em Barueri, SP

Oportunidades são para contratação imediata e todas as posições são efetivas, elegíveis às pessoas com deficiência e abrangem diferentes áreas…
Image

José Koch é um dos palestrantes do encontro LIDE SC

CEO do Grupo Koch debaterá com empresários catarinenses sobre governança corporativa, no evento que marca também o lançamento da Vertical…
Image

Seara Chicken Supreme recebe upgrade

Visto a crescente demanda pela proteína do frango, a empresa traz uma evolução dos clássicos empanados de frango, mas em…
Image

O crescimento da experiência fresca e natural

O consumidor está mais preocupado com sua saúde, por isso os supermercados notaram um aumento na busca de produtos saudáveis…