Home SeçõesInternacional Os 4 caminhos da inovação da Amazon em supermercados

Os 4 caminhos da inovação da Amazon em supermercados

De Administrador SH
0 Comente

Ao investir pesado em tecnologia, gigante do e-commerce acelera inovação e se destaca no varejo mundial

A Amazon vem investindo forte no varejo de supermercados, especialmente depois de ter digerido a aquisição da Whole Foods e encontrado um posicionamento claro para sua bandeira Amazon Fresh. Enquanto isso, no e-commerce a empresa tem uma briga intensa com Walmart e Instacart pela liderança em alimentos.

Se a disputa se limitar às questões tecnológicas, a Amazon possui imensas vantagens. Por ter nascido como uma empresa digital, a empresa tem em seu DNA a busca por formas inovadoras de construir melhores experiências de compra e entender melhor seus clientes. Hoje, quatro grandes vetores colocam a Amazon na liderança em tecnologia no varejo:

  1. Carrinhos de compra inteligentes

Essa é uma tecnologia da qual se fala há bastante tempo, mas as aplicações ainda são restritas. Com seus Dash Carts, a Amazon combina sensores e telas digitais para impulsionar compras omnichannel. Promoções são apresentadas na tela de acordo com o perfil de compra dos clientes e com os produtos que eles colocam nos carrinhos. “De certa forma, esse tipo de sistema conecta a experiência da compra de alimentos no e-commerce à compra presencial, inclusive com a possibilidade de adquirir uma parte dos produtos digitalmente para entrega posterior”, afirma Blake Droesch, analista da Insider Intelligence.

  1. Mídia dentro da loja

A tendência do “varejo como mídia” vem ganhando força no mundo todo, mas é a Amazon quem está com a faca e o queijo na mão. O potencial de digitalização e personalização trazido pela expertise da Amazon aplicada aos supermercados cria imensas possibilidades na comercialização de espaços dentro do ponto de venda.

  1. Lojas sem caixa para pagamentos

O modelo “Amazon Go” invadiu o imaginário do varejo no momento que foi apresentado pela primeira vez, ainda como um piloto. Para a Amazon, lojas sem checkout monitoradas por visão computacional e sensores são o futuro. “Os consumidores estão cada vez mais acostumados a serem monitorados no PDV e, com isso, a Amazon pode acelerar ainda mais as inovações nessa área”, comenta Droesch, da Insider Intelligence.

  1. Análise de dados

O uso de analytics dentro da loja permite que a Amazon monitore o percurso dos clientes no PDV e entenda o que chama sua atenção durante toda a jornada. Isso permite personalizar a comunicação, oferecer melhores ofertas e identificar gaps na precificação ou no giro dos estoques. “A análise de dados vai transformar completamente o varejo”, afirma Andrew Lipsman, também analista da Insider Intelligence.

Leia Também

Super atualizada. Hiper Conectada

Publicação oficial da  Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS)

Sobre

SuperHiper é a publicação oficial do setor supermercadista, produzida pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) há 48 anos. É uma importante ferramenta utilizada pela entidade para compartilhar informações e conhecimento com todas as empresas do autosserviço nacional, prática totalmente alinhada à sua missão de representar e desenvolver os supermercados brasileiros.

Siga-nos

@2024 – SuperHiper. Todos os direitos reservados.