<< Voltar pra Home

ESG



JBS cria negócio na área da infraestrutura sustentável

3 de maio de 2022
 - 
00:22
 - 
Redação SuperHiper
Featured image for “JBS cria negócio na área da infraestrutura sustentável”

No Carbon vai atender operações das marcas Friboi, Seara e Swift

Em linha com o compromisso Net Zero 2040 da JBS, a No Carbon terá uma frota de veículos elétricos que atenderá inicialmente as operações logísticas de marcas Friboi, Seara e Swift

A JBS, líder global em produção de alimentos à base de proteína, lança o seu mais novo negócio: a No Carbon, empresa especializada em locação de caminhões 100% elétricos. Em linha com o compromisso da JBS de ser Net Zero em 2040, a nova Companhia fará parte da JBS Novos Negócios e será responsável pela gestão de uma frota de caminhões frigoríficos movidos a energia elétrica. A empresa atuará inicialmente nas operações logísticas da própria JBS, atendendo a distribuição de produtos de Friboi, Seara e Swift.

A eletrificação dos caminhões terá um impacto positivo ao meio ambiente. Cada veículo elétrico evita o lançamento anual de cerca de 30 toneladas de gás carbônico (CO2) equivalente na atmosfera. Com isso, a No Carbon irá impactar diretamente as emissões de CO2 do chamado escopo 3 da JBS. Isso porque os novos caminhões irão substituir os modelos a diesel usados pelos prestadores de serviços logísticos do Grupo. O escopo 3 diz respeito às emissões indiretas das operações de uma empresa.

A No Carbon nasce com uma frota de 31 Veículos Urbanos de Carga (VUC) elétricos, atendendo importantes regiões dos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Distrito Federal. A expectativa é expandir essa frota no médio prazo, com a possibilidade de abrir a locação de veículos de carga elétricos para outros players do mercado com alta demanda por serviços logísticos, como redes varejistas e empresas de e-commerce.

O caminhão utilizado pela No Carbon é equipado com baús frigoríficos transportando, simultaneamente, produtos resfriados e congelados e com capacidade de até 4 toneladas de carga. Os pontos de recarga estarão disponíveis nos centros de distribuição das marcas, e a autonomia do veículo (com o baú) é de até 150 quilômetros, o que torna ideal para rodar nos centros urbanos. Com isso, a JBS irá contribuir para melhorar a qualidade do ar nas principais cidades brasileiras no médio e longo prazo.

Além do menor impacto ambiental, uma das principais vantagens dos veículos elétricos é o baixo custo de operação e manutenção. O caminhão não possui, por exemplo, filtro de ar, filtro de óleo, filtro de combustível, sistema de escapamento, correias, bico injetor, bomba de injeção e demais itens que fazem a manutenção de um veículo convencional custar até seis vezes mais do que o modelo elétrico.

“Com a No Carbon, a JBS cria um negócio que irá trazer escala à utilização de caminhões elétricos no transporte de cargas no Brasil, um país com elevada dependência do modal rodoviário na área logística. Além disso, a nova frente representa a abertura de um campo com grande potencial de crescimento e colabora com o objetivo da empresa de trabalhar de maneira cada vez mais sustentável”, afirma Susana Martins Carvalho, diretora executiva na JBS Novos Negócios. A iniciativa vai ao encontro do compromisso Net Zero da Companhia, de zerar o balanço líquido das emissões de gases causadores de efeito estufa até 2040 em toda sua cadeia de valor.

Sobre a JBS

A JBS é líder global em produção de alimentos à base de proteína. Com uma plataforma diversificada por tipos de produtos (aves, suínos, bovinos e ovinos, além de plant-based), a Companhia conta com mais de 250 mil colaboradores, em unidades de produção e escritórios em todos os continentes, em países como Brasil, EUA, Canadá, Reino Unido, Austrália, China, entre outros. No Brasil, a JBS é a maior empregadora do país, com mais de 145 mil colaboradores. No mundo todo, a JBS oferece um amplo portfólio de marcas reconhecidas pela excelência e inovação: Seara, Swift, Pilgrim’s Pride, Moy Park, Primo, Just Bare, entre muitas outras, que chegam todos os dias às mesas de consumidores em 190 países. A empresa investe em negócios correlacionados, como couros, biodiesel, colágeno, higiene pessoal e limpeza, envoltórios naturais, soluções em gestão de resíduos sólidos, reciclagem e transportes, com foco na economia circular. A JBS conduz suas operações priorizando a alta qualidade e a segurança dos alimentos e adota as melhores práticas de sustentabilidade e bem-estar animal em toda sua cadeia de valor, e assumiu em março de 2021 o compromisso de se tornar Net Zero até 2040. Isso significa que a JBS vai zerar o balanço líquido das suas emissões de gases causadores do efeito estufa, reduzindo a intensidade das emissões diretas e indiretas e compensando toda a residual. A JBS foi a primeira empresa global do setor de proteína a estabelecer esse compromisso, com o propósito de alimentar pessoas ao redor do mundo de maneira cada vez mais sustentável. 


Compartilhar:
Image

Últimas Notícias



Image

Smart Market ABRAS 2024: participe do Prêmio Profissionais do Ano

As inscrições estão abertas até 01 de março; o prêmio visa reconhecer os melhores especialistas em alta performance do setor…
Image

Rede St. Marche aposta em experiência para se destacar no mercado de vizinhança

Para Bernardo Ouro Preto, CEO da companhia, o consumidor do varejo alimentar tem buscado cada vez mais esse tipo de…
Image

Minalba expande o seu portfólio de importadas das linhas Perrier, S. Pellegrino e Acqua Panna

Com as novas opções de embalagens, consumidores terão ainda mais variedade de escolha no momento da compra Após um ano…
Image

Alemã Aldi testa loja autônoma nos EUA

Localizado próximo ao QG da rede em Illinois, conceito evita que clientes escaneiem códigos de barras, mas não funciona 100%…