<< Voltar pra Home

Negócios



De olho no market share, M. Dias Branco vai reduzir embalagens e rentabilidade

8 de novembro de 2021
 - 
21:05
 - 
Redação SuperHiper
Featured image for “De olho no market share, M. Dias Branco vai reduzir embalagens e rentabilidade”

Diante a escalada de aumentos, companhia prevê que a nova tática ocorra em algumas regiões do país

Sem a perspectiva de melhora nos preços das matérias-primas, a administração da M. Dias Branco, fabricante das massas Adria e dos biscoitos Piraquê, trabalha com um cenário de 2022 de mais pressão de custos e considera que, em algum momento, a estratégia de aumento da rentabilidade terá de dar espaço à proteção de participação de mercado.

“Os trimestres vão continuar bastante desafiadores”, diz Gustavo Theodozio, diretor-financeiro da fabricante.

Segundo ele, os preços não estão apenas elevados em real. Ele cita o exemplo do trigo.

“Imaginávamos um arrefecimento esse ano e não aconteceu. E olhando para 2022 a perspectiva não é tão boa quanto imaginávamos. No Brasil e na Argentina, a produção está indo muito bem, mas, em contrapartida, Estados Unidos, Canadá e Rússia estão com restrições climáticas e preço deve continuar pressionando. A Rússia especificamente tem a questão de taxação e uma discussão interna para reduzir exportações”, conta.

Diante disso, o executivo diz que a empresa segue confiante na estratégia de cortes de gastos. As despesas com vendas e administrativas representaram, respectivamente, 16,6% e 3,0% da receita no terceiro trimestre.

“Tem muita frente de trabalho para minimizar a pressão de custos, entendendo que o mercado consumidor não consegue absorver todo aumento de preço.”

Com a perspectiva de limite no bolso do consumidor, a administração da companhia também reconhece que os reajustes de preços dos produtos podem não ser mais a melhor estratégia mais à frente.

“Temos optado por rentabilidade, mas não é decisão binária. Nossa [participação de mercado], de mais de um terço em todas as categorias, é confortável para buscar rentabilidade, mas tem limite, claro”, disse Theodozio.

Por isso, o executivo acrescenta que em algumas regiões será preciso “abrir mão de rentabilidade” para não perder muito fatia de mercado. O que deve ser feito, sinalizou ele, é mais trabalho de redução de embalagens, o chamado “downsize”.

“Já percebemos isso nos concorrentes, especialmente em biscoito”, disse, acrescentando que o movimento começa a ser visto também em massas secas.

Nas farinhas, no entanto, a concorrência ainda não fez reajustes, o que levou a uma diferença expressiva de preço, aponta Theodozio, afirmando não entender como os custos estão sendo absorvidos pelas outras companhias.

Fonte: Raquel Brandão, Valor


Compartilhar:
Image

Últimas Notícias



Image

Rede Dia estuda saída do Brasil devido a impacto negativo de suas contas

“Estamos avaliando diferentes opções estratégicas; não há nenhuma decisão tomada até o momento, mas será decidida ao longo do ano”,…
Image

Grupo Bahamas anuncia construção da sua segunda loja em Ituiutaba (MG)

“Estamos muito felizes em expandir nossa presença nessa cidade que tem um grande potencial de crescimento e que nos acolheu…
Image

SP: Sonda reinaugura loja no Boavista Shopping

Novo conceito empregado no estabelecimento proporciona maior experiência de compra, tornando-a mais confortável e agradável Seguindo com seu plano de…
Image

Páscoa: Lacta reforça portfólio para presentear com caixa de variedades comemorativa

Favoritos, Sonho de Valsa e Ouro Branco ganham edições especiais, com frases que expressam sentimentos Presentear é um dos atos…