<< Voltar pra Home

Consumidor



Confiança do consumidor aumenta em várias regiões do país

25 de janeiro de 2023
 - 
21:00
 - 
Redação SuperHiper
Featured image for “Confiança do consumidor aumenta em várias regiões do país”

Indicador aponta trajetória crescente neste início de 2023, confirmando a tendência de elevação iniciada em maio de 2021

O Índice Nacional de Confiança (INC), elaborado para a Associação Comercial de São Paulo pelo Instituto PiniOn, registrou 108 pontos neste mês de janeiro, um crescimento de 0,9%, em relação a dezembro. Na comparação com janeiro de 2022, o INC registra um aumento de 22,7%. 

A confiança do consumidor segue a tendência crescente iniciada em maio de 2021, avançando no campo otimista (acima de 100 pontos). A sondagem foi realizada com 1.700 famílias em todo o território nacional.

De acordo com a pesquisa, houve aumento da confiança nas Regiões Nordeste, Sudeste e Norte. O Nordeste apresentando estabilidade e as regiões Sudeste e Norte com crescimento no campo otimista. Já no Centro-Oeste, o INC diminuiu, enquanto no Sul, a pesquisa mostrou estabilidade. Na abertura por classes socioeconômicas notou-se elevação generalizada da confiança, com aumento para as classes C e DE e estabilidade nas classes AB.

Itens mais caros estão no foco

Para o economista do Instituto de Economia Gastão Vidigal, da ACSP, Ulisses Ruiz de Gamboa, “a percepção negativa das famílias em relação à sua situação financeira atual continua diminuindo em relação ao mês anterior, com estabilidade na segurança com o emprego. As expectativas positivas sobre a situação financeira futura das famílias e as evoluções do País e da região de moradia seguiram exibindo aumentos mais intensos que os observados em dezembro.”

O economista lembra ainda que existe um interesse maior do consumidor por itens mais caros. “A melhora da percepção sobre a situação atual e o otimismo cada vez mais elevado em relação ao futuro, resultaram em um número maior de entrevistados interessados em comprar itens de maior valor, como carro e casa, e bens duráveis como geladeira e fogão, além de maior disposição para investir.”

O resultado do INC de janeiro continua mostrando aumento na confiança do consumidor, baseada fundamentalmente na melhora das expectativas com relação à sua situação financeira futura, e pela percepção cada vez menos negativa da situação presente.

A elevação registrada em janeiro, contudo, foi mais moderada do que nas leituras anteriores, o que poderia ser explicado pela desaceleração da atividade econômica, que redunda em menor geração de emprego e renda. A evolução da confiança do consumidor durante os próximos meses dependerá fundamentalmente da continuidade dessa desaceleração, que, frente a um cenário externo menos positivo, estará fortemente determinada pela trajetória da taxa básica de juros (SELIC).


Compartilhar:
Image

Últimas Notícias



Image

Smart Market ABRAS 2024: participe do Prêmio Profissionais do Ano

As inscrições estão abertas até 01 de março; o prêmio visa reconhecer os melhores especialistas em alta performance do setor…
Image

Rede St. Marche aposta em experiência para se destacar no mercado de vizinhança

Para Bernardo Ouro Preto, CEO da companhia, o consumidor do varejo alimentar tem buscado cada vez mais esse tipo de…
Image

Minalba expande o seu portfólio de importadas das linhas Perrier, S. Pellegrino e Acqua Panna

Com as novas opções de embalagens, consumidores terão ainda mais variedade de escolha no momento da compra Após um ano…
Image

Alemã Aldi testa loja autônoma nos EUA

Localizado próximo ao QG da rede em Illinois, conceito evita que clientes escaneiem códigos de barras, mas não funciona 100%…