<< Voltar pra Home

Consumidor



Compras mensais ou semanais? Frequência ideal gera economia para consumidor

9 de novembro de 2022
 - 
21:00
 - 
Bruno Marcon
Featured image for “Compras mensais ou semanais? Frequência ideal gera economia para consumidor”

De olho no orçamento familiar, brasileiros ainda têm dúvidas sobre a frequência das compras no supermercado

Segundo pesquisa realizada pela fintech Superdigital, 47% das despesas dos brasileiros se concentram na área de alimentação, sendo 36% dos gastos realizados nos supermercados e 11% em restaurantes. Soma-se a isso a alta de preços dos alimentos, com queda de 0,36% em agosto registrada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), porém com 8,73% acumulados em 12 meses. Esses dados levam os consumidores a questionarem qual a melhor frequência de compras para poupar o orçamento familiar: semanal ou mensal?

De acordo com a Serasa, ambos os métodos podem ser utilizados para quem busca poupar nos gastos do supermercado, no entanto, é preciso avaliar as características e necessidades de cada consumidor para escolher a frequência de compras correta.

Qual a melhor frequência?

O hábito de fazer compras mensais ganhou força entre os anos 1980 e 1990, período marcado pela hiperinflação. Assim, os consumidores iam ao supermercado assim que recebiam o salário e compravam mantimentos e outros itens em quantidade, para vencer a constante remarcação de preços. Quando a inflação foi controlada, muitos reviram o comportamento e passaram a fazer compras mais fracionadas e frequentes.

Segundo a Serasa, um dos maiores benefícios que o consumidor brasileiro encontra ao optar pelas compras mensais é a economia de tempo. Esse método torna necessário ir ao supermercado apenas uma vez ao mês, dando ao consumidor mais espaço para realizar outras atividades, como trabalho, lazer e cuidados domésticos. Em relação à economia, procurada por muitos, o órgão aponta que não há como estabelecer uma relação concreta com as compras mensais, pois esse fator depende da oscilação dos preços e das promoções disponíveis no dia.

Outro ponto a ser considerado é o transporte até o mercado. Quem tem carro próprio e costuma usá-lo para ir ao estabelecimento deve se atentar aos gastos com combustível. Da mesma forma, acontece com quem opta por aplicativos para se locomover. Nesses casos, ir toda a semana fazer as compras pode aumentar a despesa.

As compras mensais também requerem uma atenção extra à data de validade dos produtos. Itens como iogurte, frios, pães, carnes, frutas, legumes e verduras tendem a estragar mais rapidamente.

Em linhas gerais, o órgão não faz uma recomendação geral para todos os consumidores. Porém, ao avaliar cada um dos pontos anteriores, fica mais fácil para cada pessoa ou família decidir qual frequência é melhor para o orçamento.


Compartilhar:
Image

Últimas Notícias



Image

Hummer cria nova identidade visual em homenagem ao Time Brasil

Marca centenária lançou uma edição especial com o logo em comemoração ao patrocínio aos Jogos Olímpicos de Paris 2024 A…
Image

WhatsApp: Prezunic anuncia novas funcionalidades para compras no app

Clientes podem enviar imagens de listas escritas à mão, fotos de produtos ou solicitar os itens por voz O Prezunic…
Image

Grupo Koch abre processo seletivo para nova loja em Tubarão, SC

Com bandeira de atacarejo Komprão, empreendimento está sendo construído no bairro São João Margem Esquerda O Grupo Koch, maior rede…
Image

Paderrí investe na categoria de pães e bolos, trazendo maior valor agregado para o mercado

Com o crescente interesse e exigência do consumidor em ter novas experiências e produtos de alta qualidade, o segmento de…