<< Voltar pra Home

Negócios



Como o marketing ajudou a Skol a se tornar tão relevante no Brasil?

14 de setembro de 2021
 - 
00:35
 - 
Redação SuperHiper
Featured image for “Como o marketing ajudou a Skol a se tornar tão relevante no Brasil?”

Diretora de marketing da Ambev detalha as iniciativas para criar tendências na sociedade com a influência da marca

Nos anos 90, quando a Skol lançou o slogan “desce redondo”, ninguém poderia imaginar que a expressão se tornaria um dos símbolos da cultura nacional. Hoje, porém, convenhamos: quem nunca ouviu a frase em algum momento no qual as coisas foram muito bem, caindo como uma luva, assim como a cerveja?

Pois é. Em uma frase simples, mas que conversava diretamente com o costume popular, a Skol penetrou no ideário das pessoas, indo além da marca e do próprio produto.

Nada disso seria possível, é claro, sem antes a Skol, e a Ambev — sua dona —, compreenderem que era preciso focar nas demandas dos consumidores e tentar ajudá-los, a partir do seu próprio DNA.

Bússola: Como a Skol tenta ser relevante na cultura hoje?

Helena Isaac: Apesar de o slogan famoso ser um grande exemplo de penetração cultural da Skol, a marca permanece criando ações que têm como objetivo desenvolver novas tendências. Isso acontece porque a empresa quer manter a sua importância, mas também alcançar mais impacto no dia a dia das pessoas — a longo prazo. Além da relevância cultural, tem uma outra dimensão para marcas que é a possibilidade de criar tendências. Quando uma marca é tão poderosa e consegue resolver tão bem os problemas que os consumidores têm, ela consegue ir para outro patamar e mudar o comportamento das pessoas.

Bússola: Quais ações recentes a marca tem realizado nesse intuito de se aproximar dos consumidores?

Helena Isaac: Inserções em reality shows, participação em esquetes de canais famosos e criação de iniciativas interativas entre público e marca são alguns dos exemplos de sucesso implementados nos últimos anos. No último carnaval, aliás, a Skol aplicou recursos de um sistema tecnológico que tentou impedir focos de chuva onde os blocos passariam. O objetivo era permitir que as pessoas aproveitassem melhor a folia sem medo da água. É preciso estar próximo do público para que o prestígio da marca permita que ela entre em discussões importantes ou até mesmo crie novos diálogos que ainda não fazem parte da sociedade. Deixar de ser autocentrado, onde a marca só fala o que é interessante para ela, e, a partir disso, entender suas verdades, seu DNA e seus valores, que se conectam com algo que é muito valioso para a sociedade.

Fonte: Bússola, Exame


Compartilhar:
Image

Últimas Notícias



Image

Rede Dia estuda saída do Brasil devido a impacto negativo de suas contas

“Estamos avaliando diferentes opções estratégicas; não há nenhuma decisão tomada até o momento, mas será decidida ao longo do ano”,…
Image

Grupo Bahamas anuncia construção da sua segunda loja em Ituiutaba (MG)

“Estamos muito felizes em expandir nossa presença nessa cidade que tem um grande potencial de crescimento e que nos acolheu…
Image

SP: Sonda reinaugura loja no Boavista Shopping

Novo conceito empregado no estabelecimento proporciona maior experiência de compra, tornando-a mais confortável e agradável Seguindo com seu plano de…
Image

Páscoa: Lacta reforça portfólio para presentear com caixa de variedades comemorativa

Favoritos, Sonho de Valsa e Ouro Branco ganham edições especiais, com frases que expressam sentimentos Presentear é um dos atos…