<< Voltar pra Home

ESG



5 dicas para implantar o ESG na sua empresa

4 de janeiro de 2023
 - 
21:00
 - 
Redação SuperHiper
Featured image for “5 dicas para implantar o ESG na sua empresa”

A agenda de ESG se tornará cada vez mais essencial e precisam fazer parte da agenda das empresas, de todos os portes e setores

Para se ter ideia do destaque da agenda ESG, um relatório da PwC revelou que 77% dos investidores pesquisados planejam, nos próximos dois anos, parar de comprar produtos que não sejam ESG. O posicionamento positivo em meio à sociedade e meio ambiente e a busca por práticas de sustentabilidade são muito relevantes para o sucesso dos negócios.

A pressão da sociedade pela adoção das boas práticas cresce a cada dia, tanto dentro das corporações, como para os consumidores, investidores e colaboradores, stakeholders de médias e grandes empresas.  Para se ter uma ideia, a quantidade de pessoas físicas negociando ações na B3 saltou de aproximadamente 700 mil CPFs em 2018 para 4,3 milhões em março de 2022, um crescimento de 514%.

Boa parte desses novos investidores pertence à geração mais jovem, como indica um levantamento realizado pela própria B3. Há um grande potencial da parte desses investidores para mobilizar as empresas a assumir compromissos ligados à pauta ESG (sigla em inglês para Ambiental, Social e Governança).

“As empresas estão enxergando cada vez mais a necessidade de se ter mecanismos de cumprimento, monitoramento e controle de ações sustentáveis, a fim de garantir a segurança e conscientização de todos os processos. As práticas de ESG devem ser vistas como cumprimento de obrigações e mitigação de riscos”, complementa o especialista Rubens Leite. Ele destaca 5 dicas para implantar o ESG na sua empresa.

1 – Comece com a estratégia organizacional

O primeiro passo é pensar como essa empresa espera se posicionar diante dos temas urgentes de sustentabilidade, definindo a partir do seu propósito e do legado que ela espera deixar. É preciso saber qual é o impacto que a sua empresa tem nos pontos de sustentabilidade, governança, tecnologia e ações sociais para tomar atitudes efetivas para diminuir eles.  

Um novo olhar empresarial, garantindo o impacto positivo nas pessoas e meio ambiente através de suas ações e operações

2 – Priorize sua agenda ESG

É preciso garantir os projetos que são urgentes e quais são importantes e abrir mão de alguns pontos que não façam sentido. Persiga os objetivos sustentáveis, como os estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) que compõem uma agenda mundial para a construção e implementação de políticas públicas que visam guiar a humanidade até 2030.

Entre eles estão acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares, saúde e bem-estar, educação de qualidade, igualdade de gênero, água potável e saneamento, energia acessível e limpa, trabalho decente e crescimento econômico, entre outros. 

3 – Saiba onde está e onde quer chegar

Estabeleça comitês e políticas para que toda a organização esteja preparada para adotar as ações. É preciso dar a visibilidade e transparência de como estamos e para onde vamos. Por exemplo, implementar e divulgar as ações sustentáveis realizadas, mostrar que a governança está alinhada com as campanhas dentro da empresa e trazer discussões envolvendo ESG, para que ganhem relevância com o tempo. 

4 – Adote uma uma cultura governamental

Adote um sistema de compliance. O melhor caminho é por meio da contratação de uma consultoria especializada que possa realizar um diagnóstico interno, uma análise de risco das informações ali prestadas e possa também garantir que se construa uma série de regramentos que vão permitir, por exemplo, que haja um código de conduta, políticas essenciais, canais de denúncias, comunicação, etc.

5 – Incentive o conhecimento entre a equipe

Traga para a cultura da empresa todas as medidas de governança ambiental, social e corporativa adotadas pela empresa. A falta de profissionais qualificados é um dos principais entraves para a implementação da agenda ESG nas empresas, segundo pesquisa realizada com executivos e gestores pela Trevisan Escola de Negócio. 

ESG se torna eficiente quando tudo é trabalhado em conjunto, é sempre necessário atuar com governanças estabelecidas, projetos sociais e cuidados ambientais. “A política da empresa quando alinhada com a agenda traz benefícios tanto positivos para o ambiente corporativo como financeiros”, conclui Leite. 


Compartilhar:
Image

Últimas Notícias



Image

GO: com foco na experiência do cliente, Bretas inaugura espaço diferenciado

O Varanda Bretas é mais uma iniciativa pensada para ampliar o serviço da rede em prol dos clientes Com o…
Image

Sainsbury’s fecha acordo para reforçar foodservice em suas lojas

Rede britânica de supermercados faz parceria com a Costa Coffee para desenvolver operações store-in-store em supermercados Renato Müller A rede…
Image

Redes fazem processo seletivo para novas inaugurações

Serão 1400 vagas disponibilizadas pela Rede Assaí para todo País e 140 posições para a segunda loja Komprão de São…
Image

Pós-NRF’24 ABRAS: Conteúdo é estímulo e gera venda

Em palestra, Alberto Serrentino sinaliza ao público que a informação está mudando a forma de comprar Na última terça-feira, 20,…