Home SeçõesTecnologia 3 problemas que consomem energia demais e podem ser evitados pela indústria

3 problemas que consomem energia demais e podem ser evitados pela indústria

De Administrador SH
0 Comente

Tecnologia ajuda a economizar até 80% em energia elétrica com soluções modernas que ajudam diagnosticar desperdício e otimizar consumo

Balanço divulgado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), afirma que o consumo de energia elétrica no país cresceu 68.095 megawatts no primeiro trimestre de 2022, alta de 0,9% em relação ao mesmo período de 2021. No entanto, embora consuma muito, a indústria também desperdiça bastante. Isso porque há gaps importantes que se acumulam em enormes rombos.
A boa notícia é que o mercado já oferece soluções tecnológicas que ajudam a baratear a conta de luz e a identificar onde estão esses “furos”. Equipamentos, acessórios e itens de ponta podem desenhar caminhos para a otimização do consumo.
Conheça os três principais consumidores de energia.

1) Banco de capacitores

A Engerey, que conta com um robusto portfólio de painéis elétricos, identificou problemas no Banco de Capacitores. Este painel, cada vez mais fundamental em indústrias, tem como função corrigir o fator de potência e possíveis oscilações elétricas em máquinas e equipamentos, logo, ajustando os erros e gerando uma conta de energia compatível com os gastos e sem sobrecarga no sistema elétrico.
Como exemplo, uma indústria que pagava multa de R$ 3.500,00 por exceder o limite de consumo de energia reativa [aquela que produz os fluxos magnéticos que um motor indutivo precisa para manter o equipamento “on” teve o retorno, em meio, ano do investimento que fez com a instalação do painel: cerca de R$ 24 mil.

2) Inversores de frequência

Inversores de frequência, equipamentos amplamente utilizados na indústria – de pequeno, médio e grande porte – e que têm a função de proporcionar controle otimizado e avançado dos diversos tipos de motores. Existem alguns tipos de inversões já preparados para a indústria 4.0, que podem ser conectados e permitem ser controlados facilidade. Dentre as soluções possíveis, existe o painel de operação smart acess, que se conecta a dispositivos moveis via wireless e permite a parametrização de velocidade em uma interface web simples e intuitiva.
A utilização do soft starter da Siemens é outro bom caminho para empresários que buscam economia, pois o dispositivo controla as tensões na partida dos motores, controlando a aceleração e desaceleração, ampliando a vida útil dos motores.

3) Iluminação conectada

Outra solução responsável por reduzir em 79% a conta de luz da indústria dependendo da aplicação é a utilização de iluminação tech, entre elas, lâmpadas e luminárias conectadas via wireless. A novidade que funciona especialmente bem para pequenas e médias empresas [com até 200 pontos de luz] e é lançamento da Philips, da linha Interact Pro. O item coleta informações, possibilita comandos automáticos com sensores integrados para que a indústria não fique no escuro, literalmente. A linha é sem fio, superconectada, com sensores de presença e de luminosidade, que diminuem de intensidade ou desligam-se automaticamente quando não forem necessárias. A Interact Pro antecipa a vida útil das lâmpadas, a instalação é rápida e dispensa cabos.
As soluções em refletores solares com controle remoto, que possuem sensores de presença, também são uma opção.

Leia Também

Super atualizada. Hiper Conectada

Publicação oficial da  Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS)

Sobre

SuperHiper é a publicação oficial do setor supermercadista, produzida pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) há 48 anos. É uma importante ferramenta utilizada pela entidade para compartilhar informações e conhecimento com todas as empresas do autosserviço nacional, prática totalmente alinhada à sua missão de representar e desenvolver os supermercados brasileiros.

Siga-nos

@2024 – SuperHiper. Todos os direitos reservados.