Home Seções 3 dicas para melhorar a aceleração digital do varejo

3 dicas para melhorar a aceleração digital do varejo

by Administrador SH
0 Comente

Treinamento da equipe, investimento da experiência do usuário e métricas são os tripé da aceleração digital

A aceleração digital no varejo tem se mostrado cada vez mais necessária para atender à demanda desse universo e não foram poucas as lojas que tiveram de se adaptar para atender seus clientes também por meio da internet nos últimos anos. A relevância no ambiente online hoje é bem expressiva e o termo “quem não é visto não é lembrado” nunca ficou tão real como agora. Pensando nisso, decidi contar, neste conteúdo, como você pode melhorar esse recurso para o crescimento do seu varejo baseado nas minhas percepções de mercado.

Primeiramente, vale entender o que é aceleração digital antes de buscar melhorias para o conceito. De modo geral, esse tipo de aceleração é uma importante forma de explorar os recursos tecnológicos atuais disponíveis para impulsionar as vendas da empresa.

Caso você tenha uma loja física, por exemplo, é importante pensar na possibilidade de criar um sistema para fazer as vendas pela internet, o chamado e-commerce. Porém, se ainda estiver lutando com a transformação digital, é válido inserir ao menos a comunicação e pós-venda neste formato, já que hoje o consumidor está cada vez mais digital.

Um estudo desenvolvido pela consultoria Zedenski revela que 87% dos usuários usaram canais alternativos para atendimento nos últimos 12 meses, bem como mais de 60% usaram o autoatendimento de forma frequente.

Portanto, é importante entender que quem não se adaptar ao mercado online dificilmente conseguirá se manter de pé no futuro. A aceleração digital se tornou crucial para a manutenção dos negócios durante a crise sanitária e foram as lojas que já contavam com essa inovação que se sobressaíram melhor.

Conheça a dicas:

  1. Treine sua equipe para a cultura digital

O primeiro conselho é treinar sua equipe para a cultura digital. De nada adianta aderir às inovações se sua equipe não estiver engajada no mesmo propósito. Nesse caso, é importante buscar treinamentos e capacitação dos funcionários para desenvolver a cultura digital na empresa.

  1. Invista na experiência do cliente

Outro ponto importante e aconselhável são os investimentos na experiência do cliente. Segundo o estudo da Zedenski, 98% das pessoas que receberam um atendimento ruim alteraram seu comportamento de compra.
Nesse caso, é essencial melhorar o atendimento online, ter uma ampla gama de canais à disposição dos usuários bem como trazer inovação e qualidade aos produtos oferecidos no site.
Os produtos com possibilidade de assinatura e opção de seguros para celulares junto à mercadoria são bons exemplos de investir na experiência do cliente. Essas ações podem colaborar para a rentabilidade dos produtos e ainda criam conexão com o consumidor, já que mostram a preocupação genuína com o produto/serviço que ele está adquirindo.

  1. Use métricas para acompanhar os resultados e modificar os processos

Por fim, não posso deixar de citar a importância do uso de métricas para a aceleração digital. As transformações só acontecerão depois dos resultados, portanto eles precisam ser mensurados por ferramentas específicas. Quanto mais você souber sobre o seu cliente, mais fácil será melhorar os processos digitais.

Leia Também

Sobre

SuperHiper é a publicação oficial do setor supermercadista, produzida pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) há 48 anos. É uma importante ferramenta utilizada pela entidade para compartilhar informações e conhecimento com todas as empresas do autosserviço nacional, prática totalmente alinhada à sua missão de representar e desenvolver os supermercados brasileiros.

Siga-nos

@2024 – SuperHiper. Todos os direitos reservados.